Sao TarcisioO acólito era, no século III, um clérigo que tinha recebido do bispo as ordens menores que, tal como o diácono, tinha como mister ajudar o sacerdote ou o bispo no serviço do altar. De origem grega, significa acompanhar, auxiliar, servir... A sua principal missão era levar a Eucaristia (o Pão, as hóstias consagradas, o fermentum) aos sacerdotes e bispos, como sinal do vínculo de união clerical. São Tarcísio foi um acólito martirizado no exercício das suas funções, isto é, quando transportava a Eucaristia.

Na evolução da Igreja, o serviço de acólito passou a ser desempenhado por leigos, representando o povo cristão, pelo que a presença do acólito se torna de excepcional importância na ajuda aos ministros do culto (bispos e sacerdotes) na liturgia. Durante muito tempo o acólito não poderia ser do sexo feminino e, quando muito, apenas respondia de longe, sem aproximação do altar. 

Para uma melhor preparação dos que ajudam e servem o altar, procede-se periodicamente à sua formação, procurando que o seu ministério seja verdadeiro exemplo de fé e de vivência cristã. Como Patrono dos Acólitos Portugueses foi proclamado São Francisco Marto. 

AddThis Social Bookmark Button