37A proveniência deste tipo de canto e música poderá ser muito anterior ao Cristianismo, uma vez que se encontram referências no período neolítico, portanto registado, ainda que de forma muito rudimentar, na pré-história. Mais tarde, Monges e Comunidades Religiosas, recuperando um legado judaico, em que terão desenvolvido várias práticas e melodias de grande rigor musical.

Os Grupos Corais nasceram na Alemanha, por volta do século XVI, com a necessidade de adaptar os ritmos musicais das entoações litúrgicas. Do canto Gregoriano, majestoso e austero, de carácter largo, foram recolhidas fontes dos livros de liturgia católica, repescando melodias originais e música de índole mais popular. O canto e a música passaram a ser confiados a um grupo de pessoas que, sem preocupações de precisão técnica ou justificação histórica, adoptaram como base a expressão popular colectiva, sujeita às características binárias {ternário mais para os hinos da Igreja e quaternário em contraponto de nota contra nota}. O rigor da tradução do latim e a adaptação dos ritmos livres das hárias rituais, procurando um sentido de igualdade, acabaram por proporcionar uma aplicação mais segura das relações entre os diversos elementos da melodia.

Daqui à música popular religiosa foi um salto. A recolha mais antiga de que há memória refere-se a Johan Walther {1524}. Todos os compositores conhecidos dedicaram a maior parte do seu trabalho a cultivar o género coral sacro e religioso, dos quais se destacam Bach, Beethoven, Liszt e Wagner, adaptando para órgão e instrumental.

Actualmente, a grande maioria dos Grupos Corais Litúrgicos das Igrejas e Capelas é composta por amadores voluntários que dão do seu tempo a preparar a melhor forma de contribuir para a dignificação da liturgia. Apresentam reportórios de muita qualidade vocal e musical.

Em Carreço a Comunidade reconhece agradecida ao Grupo Coral Litúrgico que anima as liturgias dominicais e que, em momentos de festa e de pompa, se unem num conjunto harmonioso, o qual revela a importância da congregação de esforços, também a nível vocal e musical.


 

 

AddThis Social Bookmark Button