Capelania Hospitalar O que fazer quando for hospitalizado?

Capelao do_hospitalUm doente hospitalizado no Serviço Nacional de Saúde tem direito a ter assistência espiritual da sua própria religião, desde que o solicite ou consinta. Um doente católico, internado num estabelecimento do SNS, pode beneficiar do Serviço de Assistência Espiritual e Religiosa prestado pelo capelão e grupo da capelania.

E COMO PODE UM DOENTE FAZER ESTE PEDIDO? Desde logo pedindo-o no inicio do seu internamento. Pode também fazê-lo mais tarde, solicitando-o aos enfermeiros que o acompanham. Caso o doente não o possa fazer por si próprio, a família pode solicitá-lo aos enfermeiros ou directamente à capelania. Também o pároco pode comunicar a presença do doente ao capelão.

E COMO CONTACTAR O CAPELÃO OU O SERVIÇO DA CAPELANIA? Telefonicamente ou por email, sendo habitual os contactos estarem disponíveis no site do hospital.

SÓ OS DOENTES CATÓLICOS PODEM RECEBER A VISITA DO CAPELÃO? Qualquer doente, independentemente da sua prática religiosa, pode receber assistência espiritual. Sendo caso disso, o capelão colabora para que o doente possa ser assistido no âmbito da sua própria religião.

E UM DOENTE-COVID? Também tem direito e deve solicitar assistência espiritual, se assim o desejar. Sempre que a situação clínica de um doente o justifica, o capelão utiliza todo o equipamento de protecção individual necessário e cumpre sempre todas as normas estabelecidas para cada doente.

O QUE É “RECEBER A VISITA DO CAPELÃO? A presença do capelão junto do doente é uma presença amiga de acolhimento e escuta, que pode rezar com ele e por ele, ler com ele a Palavra de Deus, dar-lhe a bênção e administrar-lhe os sacramentos da cura espiritual. O capelão é sinal do cuidado da sua comunidade religiosa e é uma presença que o ajuda a viver na fé a sua doença. Viver na fé a fragilidade e a doença é experiência transformadora e salvífica que liberta para a plenitude de Deus.

E O QUE SE PASSA EM CADA VISITA? No serviço de assistência espiritual da capelania nada é imposto, tudo se passa de acordo com o desejo de cada pessoa doente.

Que as famílias e as comunidades não deixem de estar atentas às necessidades espirituais dos seus doentes e idosos.

Que as famílias e as comunidades se unam diariamente em oração pelos doentes e pelos moribundos.

Nossa Senhora da Saúde, rogai por nós. Nossa Senhora da Boa Morte, rogai por nós. Nossa Senhora Porta do Céu, rogai por nós. Amém.

AddThis Social Bookmark Button