Calendário de Eventos

Ver por AnoVer por MêsVer por SemanaVeja HojeBuscarIr para um Mês

DIA MUNDIAL OSTEOPOROSE

Terça-feira 20 Outubro 2020

Neste dia internacional da osteoporose faz-se uma chamada de atenção a nível mundial para os perigos da doença que afeta mais de 200 milhões de pessoas no mundo. De três em três segundo acontece uma fratura por osteoporose.

A osteoporose é uma doença metabólica em que os ossos se vão tornando cada vez mais frágeis, conduzindo a um risco acrescido de fratura, em particular na anca, coluna vertebral e membros superiores.

Pode juntar-se a um evento ou criar um, ou simplesmente acompanhar a celebração do Dia Mundial Osteoporose, no site oficial da data.

Osteoporose em Portugal

A osteoporose afeta 800 mil portugueses, tendo maior incidência nas mulheres após a menopausa, numa relação de um homem para cada três ou quatro mulheres afetadas, realidade comum em todo o mundo.

Estima-se que cerca de 50% das mulheres após a menopausa irão sofrer uma fratura resultante da osteoporose. Uma em três mulheres e um em cinco homens acima de 50 anos parte um osso devido à osteoporose.

Como Prevenir a Osteoporose?

Prática de exercício físico

  • Praticar regularmente exercício aeróbico (marcha, por exemplo, durante uma hora por dia);
  • Praticar também, duas a três vezes por semana, exercícios de força e carga, orientados pelo seu médico, mais específicos para ganhos de massa óssea localizada;
  • Treinar o equilíbrio e a coordenação motora, de modo a reduzir ao máximo o risco de queda, sobretudo nas pessoas idosas.

Alimentação saudável

  • Cálcio e Vitamina D;
  • Evitar excesso de proteínas;
  • Evitar algumas bebidas gaseificadas fosfatadas;
  • Evitar café ou álcool em excesso;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas;
  • Não fumar.

Como se Trata a Osteoporose?

Nas últimas décadas registou-se uma evolução muito significativa no diagnóstico e no tratamento da osteoporose.

Hoje estão disponíveis fármacos que previnem de forma eficaz o aparecimento ou o adensar da osteoporose e que permitem o aumento da massa óssea, sobretudo para diminuir a incidência de fraturas vertebrais e não vertebrais.

Voltar