Lenda da Senhora da Graça

Existem duas versões lendárias acerca da imagem da Senhora da Graça, as quais resumimos aqui (pode lê-las na íntegra na «A Comenda de Santa Maria de Carreço» (1989), Monografia elaborada pelo Dr. Lourenço Fernandes Alves):

A primeira versão diz que a imagem apareceu a boiar no mar entre Carreço e Afife. O povo das duas povoações não se entendia sobre qual o destino a dar à imagem: se ia para a Igreja de Afife, se para a igreja de Carreço. Resolveram fazer o seguinte: a imagem seria conduzida num carro de bois, da beira mar até à estrada velha que ia de Viana para Caminha; aí, o animal mais possante conduziria o rumo da mesma. Os de Afife apresentaram um imponente boi; pelo contrário, os de Carreço arranjaram uma vaca esfomeada. Ao ver tal espectáculo, os de Afife já cantavam vitória. Contudo, o desfecho foi diferente do esperado: a vaca seduziu o seu companheiro boi e arrastou-o atrás de si até Carreço. Assim, a imagem veio para a igreja de Carreço.

A segunda versão diz que estavam uns pescadores ao largo na faina da pesca; mas de repente, apesar do mar calmo, uma enorme onda se levanta ameaçando engolir a frágil embarcação. Mas aquilo foi apenas um momento, a onda passou e deixou-lhes a bordo a imagem da Senhora da Graça.


AddThis Social Bookmark Button